Com a queda da temperatura durante o inverno e a diminuição da umidade do ar, é comum que a transpiração corporal também reduza, afetando diretamente a nossa pele, a deixando seca. Além desses fatores naturais, os banhos quentes também provocam a remoção da oleosidade da pele.

O ressecamento da pele traz algumas consequências, como:

Perda do brilho: A pele fica com uma aparência seca, sem o brilho natural e podendo haver até microdescamações.

Coceira: Quando há o ressecamento da pele, também ocorre uma leve inflamação na pele, deixando-a irritada. Essa inflamação provoca coceira e uma sensação de ardência na região.

Lábios rachados: Se a nossa pele fica mais sensível no frio, os lábios ficam ainda mais. Por não possuírem glândulas sebáceas, a região já fica mais seca e com o inverno fica ressecada e descamando. Para evitar que os lábios rachem, é recomendado o uso de produtos hidratantes labiais constantemente.

Para evitar o ressecamento excessivo é preciso reduzir o tempo do banho, evitar água muito quente e utilizar sabonetes que possuem ação hidratante, mas não usar em excesso nos braços e pernas, pois nessas áreas extensas não temos muitas glândulas sebáceas.

Após o banho, deixei a preguiça de lado e abuse do uso de cremes hidratantes, nessa época é indicado fazer o uso de cremes duas vezes ao dia. Mas se for muito frio, pode optar pelo uso de hidratantes que se passa ainda no chuveiro, são os chamados “in shower”.