No verão o número de mulheres com candidíase vaginal aumenta consideravelmente, isso porque é comum que as mulheres passem o dia todo usando um biquíni, normalmente de lycra, e ficar com ele úmido. Esse hábito, assim como o de usar calcinhas de material sintético, altera o pH da vagina estimulando a proliferação dos fungos.

A candidíase é uma infecção provocada pelo aumento excessivo do fundo Candida, que já existe em nosso corpo, e pode provocar sintomas desagradáveis e extremamente incômodos como coceira na vagina e no canal vaginal, corrimento e dores para urinar e durante a relação sexual.

Essa infecção não é considerada uma DST, pois todos, homens e mulheres, possuem esse fundo no corpo, porém pode ser transmitida durante o ato sexual. Veja como se cuidar a fim de evitar a candidíase:

- Tenha cuidado com o uso de antibióticos, pois eles eliminam as bactérias responsáveis por controlar a quantidade de Candida no organismo.

- Manter uma higiene íntima adequada é fundamental, portanto evite utilizar produtos perfumados, sabão com pH ácido e banhos de espuma.

- Quando utilizar o banheiro, não se esqueça de fazer a limpeza de frente para trás, para evitar passar outros germes.

- Capriche ainda mais na higiene durante o período menstrual, trocando de absorvente regularmente e use apenas toalhas limpas para se secar.

- Dê preferência por usar roupas intimidas de algodão, pois favorece a entrada de ar e saída da umidade.

- Os diabéticos devem manter os níveis de açúcar no sangue controlados, pois podem favorecer o crescimento das leveduras que se encontram no organismo.

É muito difícil evitar totalmente a candidíase, mas adotando essas medidas as chances de desenvolver a infecção diminuem consideravelmente.