A tontura é uma alteração no organismo que nem sempre é sinal de alguma doença, pode ser causada por diferentes situações, como um efeito colateral de medicamento ou uma queda da pressão arterial.

As tonturas podem aparecer sozinhas ou acompanhadas de outro sintoma, como náuseas, fraqueza, dor de cabeça ou uma sensação de que está com o corpo vazio.

A labirintite é a causa mais comum, provoca uma sensação de que está tudo girando e normalmente causa enjoo e zumbido no ouvido. A tontura é desencadeada por movimentos feitos com a cabeça, mesmo que esteja deitado.

O tratamento é feito com o acompanhamento de um otorrino, que pode recomendar remédios diários e um mais forte para as crises.

A perda de equilíbrio também causa tontura constante, mais comum nos idosos, mas também acomete os jovens e pode ser causada em situações de: alteração da visão, doenças neurológicas, pancada na cabeça, consumo excessivo de álcool ou droga e uso de medicamentos específicos.

Quedas de pressão e alterações cardíacas também provocam tonturas ao acordar ou levantar rapidamente.  A anemia e hipoglicemia, não causam a queda de pressão, mas alteram a capacidade do sangue levar o oxigênio para as células cerebrais e causa a mesma sensação de desmaio.

É mais comum que a tontura surja em idosos, porém os jovens também podem sofrer com as tonturas, principalmente por excesso de esforço físico ou problemas cardíacos. E ao se tornar constante é preciso consultar um médico para tratar a causa.