Qualidade em Saúde

 

Todas as novidades sobre saúde e bem-estar você encontra aqui, no Qualidade em Saúde. Informacões sobre como manter sua saúde em dia, prevenção de doenças e muito mais sobre qualidade de vida.

 

Mais sobre Saúde

Os adolescentes estão mais suscetíveis a algumas doenças e isso se dá devido ao estilo de vida levado pelos jovens, eles têm certa tendência a acreditar que nada vai acontecer com eles, por isso muitas vezes não se cuidam como deviam.

Atualmente, uma a cada três crianças estão obesas, isso ocorre quando o peso da criança está 15% acima do peso ideal de acordo com a sua idade e altura. E esses quilinhos a mais podem provocar uma série de complicações na saúde e no psicológico até a vida adulta.

A pressão arterial alta é muito comum no Brasil, cerca de metade dos idosos sofrem com o problema, mas os jovens também não estão livres dessa doença sem cura e que exige cuidados pelo resto da vida a fim de evitar infarto ou derrame.

As doenças relacionadas a próstata podem aparecer em qualquer fase da vida, porém o câncer é mais comum em homens com mais de 50 anos de idade. O grande problema é que os sintomas costumam aparecer apenas quando o estágio da doença já está avançado, por isso é tão importante fazer os exames preventivos de tempo em tempo.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% das pessoas sentem dores na parte baixa da coluna. Essas dores incômodas podem estar relacionadas a diversos hábitos diários que prejudicam a postura.

O inverno chegou e junto com ele muitas doenças respiratórias e problemas alérgicos, o mais comum é ver pessoas tossindo e espirrando o tempo todo.

A hora de dormir é extremamente importante para o nosso organismo, é nesse momento que o corpo relaxa e alguns hormônios são liberados, porém muitos não conseguem descansar devido a distúrbios, como a insônia e o sonambulismo.

Tantas mulheres sofrem com alergia a absorventes externos e precisam usar o interno, mas agora elas possuem uma alternativa, o coletor menstrual, um copinho de silicone utilizado para coletar todo o sangue menstrual.


Pode parecer esquisito, mas a grande maioria das mulheres que experimentaram, alegam que não podem mais viver sem. Ao contrário do absorvente interno que precisa ser introduzido ao fundo do canal vaginal, o coletor fica localizado na entrada da vagina. Nos primeiros ciclos, algumas mulheres se sentem incomodadas por sentirem o coletor, mas após três ou quatro ciclos já se adaptam e não sentem mais, já que o copinho é ajustável ao corpo.

Veja quais os motivos pelo qual o coletor é uma boa opção:

- Pode ser encontrado em dois tamanhos diferente, um para mulheres com mais de 30 anos ou com filhos, e as outras para as demais mulheres, sem filhos e mais novas;

- Produzido com material hipoalergênico é difícil que alguma mulher apresente rejeição ao coletor. O uso só não é recomendado para mulheres que ainda não tiveram relação sexual ou logo após passar pelo parto;

- O valor médio do coletor é de R$80,00 e o coletor dura de 5 a 10 anos;

Com o coletor, o sangue não tem contato com o ar, portanto o odor não se prolifera, além de que a pele não tem contato direto com o sangue, evitando alergias e incômodo.

É recomendado que o coletor seja esvaziado a cada 6 a 12 horas, dependendo com o fluxo menstrual de cada mulher e sempre que retirar, fazer a higienização com água fria e sabão neutro, ao final de cada ciclo, é indicado que ferva o coletor por 5 minutos.

Quando o despertador toca de manhãzinha costuma ser bem desagradável, ainda mais nesse tempinho frio. Muitos adiam o horário do alarme e ficam enrolando na cama, mas outros preferem levantar e gostam de madrugar, esse hábito está diretamente relacionado à qualidade de vida.

O purido, popularmente conhecido por coceira, é uma sensação de desconforto na pele que provoca muita vontade de coçar, normalmente esta coceira vem acompanhada de manchas vermelhas, bolinhas ou fissuras na pele, e dependendo da causa pode causar até dificuldade de respirar.


A coceira pode ser provocada por diversos motivos, como doenças dermatológicas, alguma lesão ou até mesmo por doenças sistêmicas. Algumas das causas incluem:

Dermatite: Principal causador da coceira, a doença é caracterizada pelas presenças de manchas avermelhadas que descamam, coçam e podem ter evolução crônica. A dermatite pode ser provocada como reação a produtos de limpeza, higiene pessoal , beleza ou qualquer outro produto químico.

Escabiose: Conhecido popularmente por sarna é facilmente transmitido pelo uso comum de roupas. A coceira ocorre normalmente a noite, na região do abdome, na parte interna dos braços, na área genital e nas coxas.

Uticária: Caracterizada pelo surgimento repentino de placas avermelhadas e elevadas na pele, pode ser provocada por diversos motivos, mas principalmente pelo uso de alguns medicamentos.

Alergia: Os sintomas são semelhantes ao provocados pela urticária, mas são desencadeados quando se come algo que o corpo não aceita bem.

Picada de insetos: Pode provocar o surgimento de bolinhas avermelhadas na pele que coçam muito, principalmente nas pernas e nos braços.

Doenças sistêmicas: Algumas doenças podem causar erupções na pele como a dengue, a catapora, as hepatites B e C e até HIV.

É extremamente importante procurar um médico dermatologista para investigar qual a causa do purido e saber qual o tratamento mais adequado. Mas alguns cuidados podem aliviar a coceira:

  • Tomar banho com água fria;
  • Evitar coçar, pois quanto mais coçar mais coceira surge;
  • Usar roupas leves e de algodão;

É comum vermos pessoas espirrando e tossindo a todo o momento e isso acontece porque grande parte da população sofre com a rinite alérgica que é uma inflamação da mucosa que reviste o nariz, provocada por uma reação alérgica quando em contato com partículas consideradas estranhas pelo organismo, como a poeira, o pólen e alguns alimentos.

Quando a menstruação atrasa nem sempre é sinal de gravidez, sabia? Há diversos fatores que podem interferir diretamente no ciclo menstrual da mulher, como fatores psicológicos e hábitos diários.