Muitos acham que apenas fazer uma boa escovação dos dentes e usar fio dental é o suficiente para manter a arcada dentária saudável, mas o que não imaginam é que alguns hábitos do dia-a-dia podem ser extremamente prejudiciais ao dentes, podendo até mesmo quebrá-los.

Listamos os hábitos prejudiciais que são mais comuns e que podem acarretar na quebra ou perda do dente:

Palitar os dentes: Muitos colocam o palito entre os dentes e comprimem a papila gengival, podendo causar a retração óssea e da gengiva, além de criar mobilidade nos dentes.

Morder tampa de caneta: Um hábito para relaxar ou passar o tempo que pode ocasionar em um desgaste irregular dos dentes e distúrbios articulares, resultando em dores na mandíbula e no ouvido.

Abrir garrafas: Aqueles que retiram tampas de garrafas com os dentes estão correndo o risco de sofrerem alguma fratura nos dentes.

Roer as unhas: Um gesto aparentemente inofensivo que pode estragar os dentes e provocar infecções, já que há um grande acúmulo de resíduos e bactérias nas unhas.

Tomar café e vinho: Substância com coloração muito forte pode escurecer os dentes e até mesmo provocar manchas definitivas.

Clareamento dental caseiro: Muitos usam bicarbonato de sódio ou água oxigenada para clarear os dentes, esses métodos são muito agressivos e deixam os dentes expostos. No início o resultado clareador será satisfatório, mas com o tempo o dente terá muito mais facilidade para escurecer e manchar.

Morder alimentos duros: Não abusem da força dos dentes para morder balas duras, gelo ou ossos, pois com o tempo o dente vai amolecendo, podendo até ocorrer a perda do dente.

Para manter o sorriso bonito por mais tempo, tenha cuidado com os seus dentes além da higienização e sem deixar de visitar o seu dentista regularmente.