A cirurgia de extração do siso pode ou não ser necessária, isso será avaliado pelo seu dentista, podendo ser feita quando os dentes já nasceram ou nos incluso, aqueles que não irão nascer. Porém para tomar essa decisão, antes é necessário fazer alguns exames ortodônticos, como a radiografia, que determinará se a boca terá espaço suficiente para abrigar esses dentes.

A extração do siso deve ser feita em alguns casos específicos, caso os dentes estejam adequados a sua arcada dentária, o melhor é não mexer neles. Veja em quais situações são indicadas a remoção:

- Falta de acesso da escova para fazer a higienização adequada dos dentes;

- Pressão nos dentes ao lado, podendo resultar em traumas e perda do alinhamento dos demais dentes;

- Alteração na mordida;

- Alteração na fala provocada pelos sisos;

- Dentes do siso que não conseguem nascer por falta de espaço ou má posição;

- Infecções recorrentes como cárie ou doença periodontal;

- Sisos que estão em contato com a raiz de outro dente, podendo causar dor;

- Sisos que causam dores na face e no ouvido.

Podem existir algumas situações duvidosas e existem os melhores momentos para fazer a cirurgia, por isso faça todos os exames pedidos e siga as orientações do seu dentista tanto no pré quanto no pós cirúrgico.