As pessoas que perderam seus dentes e usam dentaduras muitas vezes acham que não precisam mais se preocupar com a higienização da boca e nem ir ao dentista regularmente, mas eles estão enganados. A boa higiene bucal é necessária em qualquer situação e alguns cuidados devem ser tomados para facilitar o uso e manter a boca sempre saudável.

É comum que o paciente sinta a dentadura frouxa, mas isso é por causa do tempo que se leva até que os músculos da boca se adaptem a manter-se na posição correta. Além disso, é normal ter um aumento de salivação, irritação e feridas, mas esses sinais também desaparecem em pouco tempo, até que o paciente se adapte a dentadura.

Para se adaptar o mais rápido possível e evitar feridas e incômodos é recomendado consumir alimentos cortados em pequenos pedaços, evitar alimentos quentes e duros, e não se esqueça de mastigar com os dois lados da boca para evitar que a dentadura desloque. Caso haja dificuldade para falar algumas palavras, fique treinando em voz alta, isso irá ajudar.

Manter a higienização da dentadura é fundamental para que ela dure o máximo possível e para melhorar o uso diário. A higienização da dentadura deve ser sempre feita com sabão de glicerina ou pastas de dentes específicas para dentadura, já que pastas de dente convencional contém abrasivos que desgastam a dentadura. Outra medida essencial é retirá-las para dormir, pois a gengiva precisa descansar, não se esqueça de armazenar a dentadura em um copo com água.

Caso esteja muito incômodo o uso da dentadura procure o dentista para certificar de que ela não está desajustada. O recomendado é fazer a troca da dentadura a cada cinco anos e sempre que a antiga for substituída por uma nova, será necessário fazer a adaptação de fala e mastigação.