A segunda doença bucal mais comum durante a terceira idade é a gengivite, uma inflamação causada pelo acúmulo de bactérias na superfície dental, esta doença é uma das principais causas pela perda dentária nos idosos.

A doença é causada pela falta de uma higienização bucal adequada, com a escovação e uso de fio dental diariamente. Ela acomete muitos idosos pois eles acreditam que já não necessitam mais de tantos cuidados, mas a gengivite causa um grande incômodo e pode atingir a raíz dos dentes trazendo graves danos à saúde bucal.

Para evitar a perda de dente é necessário tratar a gengivite ainda no início, portanto fique atento aos sinais:

  • Inchaço da gengiva;
  • Vermelhidão;
  • Sangramento;
  • Mau hálito,
  • Alteração do encaixe dos dentes na mordida.

A gengivite não só altera a saúde bucal como também interfere na autoestima com a queda dos dentes. Muitos idosos não fazem o implante dentário, ficando sem o dente ou usando a dentadura, que altera a forma de mastigação, a fala e até mesmo a fisionomia da pessoa.

O tratamento no início consiste em uma profilaxia e correção da higiene bucal, mas o ideal é prevenir o surgimento da inflamação. Para isso é importante que seja feita a escovação após todas as refeições, usar fio dental diariamente e consultar o seu dentista ao menos uma vez ao ano.