Várias pessoas nos questionam sobre a melhor idade para se usar um aparelho ortodôntico e se este aparelho deveria ser fixo ou removível. Alguns acreditam ou já ouviram falar que só se deve usar aparelho ortodôntico após a troca de todos os dentes de leite (o que ocorre por volta dos 12 anos de idade).

Infelizmente este pensamento completamente incorreto estabelece determinados problemas de difícil correção, já que vários problemas estão associados às alterações no crescimento dos ossos da face e não apenas ao posicionamento dos dentes, crescimento este que só está ativo na criança.

Além disso, a correção ortodôntica precoce evita o estabelecimento de alterações funcionais relacionadas aos nossos dentes, tais como: alteração na fala, na mastigação e na deglutição dos alimentos. Outra vantagem da correção precoce está relacionada à prevenção de traumatismos dentários, os quais ocorrem principalmente em crianças que tem os dentes mal posicionados.

Determinados problemas dentários exigem uma correção bastante precoce, com idade próxima aos 5-6 anos, por exemplo: as mordidas cruzadas (inversão da mordida, onde o dente de cima fecha por dentro do dente de baixo), as mordidas abertas (falta de encaixe do dente superior com o dente inferior) e as prognatias mandibulares (arcada inferior crescendo mais que a superior).

Outros problemas devem ser tratados um pouco mais tarde, por volta dos 8-9 anos de idade, tais como: as retrognatias mandibulares (arcada inferior crescendo menos que a superior), a falta de espaço nas arcadas para os permanentes, e outras alterações dentárias e ósseas.

Por fim, os problemas relacionados apenas ao posicionamento dentário podem ser corrigidos mais tardiamente, logo após as trocas dentárias (por volta dos 12 anos) ou mesmo depois disto, desde que o problema estético não seja grave a ponto de criar constrangimentos sociais no adolescente ou mesmo dificuldade de higienização dentária.

O adulto também pode usar aparelhos ortodônticos, mesmo aqueles que estão na terceira idade, já que a movimentação dos dentes independe da idade. Obviamente, determinados problemas relacionados às alterações de crescimento dos ossos da face, permitem apenas uma camuflagem do problema ou se necessário o auxilio de cirurgias especificas em conjunto com o tratamento.

O ideal é que todos os pais levem seus filhos para fazer uma avaliação com um Ortodontista por volta dos 5-6 anos de idade, desta forma o especialista poderá orientá-lo se existe alguma alteração importante no desenvolvimento dentário ou ósseo de sua criança, evitando tratamentos complexos futuros ou mesmo alterações dentárias ou faciais irreversíveis.

Dr. Rodrigo Almada
CRO-MG 21100
Ortodontista do Grupo Odontológico Floresta