O uso diário de fio dental nos dentes é importante para ajudar a promover a saúde geral, até para as pessoas mais saudáveis. Mas os diabéticos devem estar especialmente atentos ao uso de fio dental, além de escovar os dentes.

A diabetes afeta diretamente a saliva reduzindo a produção e perdendo proteínas antimicrobianas que ajudam a controlar infecções, consequentemente com essas alterações aumenta os riscos de cáries e lesões fúngicas na boca.

A glicemia elevada também pode afetar as gengivas de diversas maneiras, aumentando em 2,5 vezes mais a chance do paciente ter gengivite e periodontite. A gengiva começa a ficar inchada e a sangrar facilmente, retrai-se e se não for feito o tratamento, a infecção reabsorve o osso ao redor dos dentes.

Além desses problemas, a glicose também causa mau hálito com origem estomacal porque o organismo queima gordura.

Os diabéticos podem ser mais suscetíveis a infecções e demorar mais em cicatrizar. E a higiene oral inadequada também dificulta o controle da diabetes. Se você desenvolve uma infecção devido à doença das gengivas, isto pode afetar sua necessidade de insulina.
Mas você pode manter uma correta saúde oral apesar da diabetes, por meio da escovação e o uso regular de fio dental. Assegure-se de informar ao seu dentista sobre sua diabetes e programe controles regulares para limpezas dentais exaustivas. Durante estas consultas, seu dentista ou higienista dental poderá detectar os signos precoces de irritação das gengivas e ajudar na prevenção de infecções.