A boca seca ou xerostomia é a diminuição na produção de saliva podendo ocorrer em qualquer idade, sendo mais comum nas mulheres idosas. A saliva desempenha uma função importante no processo digestivo, facilita a movimentação da língua, protege a mucosa bucal e ainda atua contra a cárie dental.

A falta da saliva pode ser causada por diversos motivos como: desidratação, hábito de fumar, ronco, respiração pela boca, falar muito, alterações psicológicas e uso de alguns medicamentos. Porém, a boca seca pode estar relacionada a outros problemas, diferentes da diminuição de saliva, e por isso é necessário fazer o exame específico para detectar qual a causa.

A falta de salivação afeta a qualidade de vida do paciente, pois pode causar:

  • Dificuldade na fala;
  • Dificuldade para engolir
  • Falta de paladar;
  • Mau hálito;
  • Dor na língua;
  • Alteração da voz;
  • Ardência bucal;
  • Intolerância a próteses.

Ao perceber que constantemente a boca fica seca, mesmo se hidratando bem, procure o dentista para identificar a causa do problema e dar andamento com o tratamento. Há casos em que a perda da salivação é irreversível e então é adotado o uso de saliva artificial ou outros medicamentos que estimulam a salivação.

Os pacientes que sofrem com esse problema devem ter acompanhamento do dentista constantemente para orientação de higiene bucal adequada, tratamento gengival e aplicação de flúor. É importante também que o paciente se mantenha sempre bem hidratado, evitando a ingestão de bebida alcoólica e alimentos com cafeína.