O costume de amamentar as crianças durante a madrugada e a noite sem a higienização correta da boca pode causar a cárie de mamadeira ou cárie rampante. De evolução rápida, a cárie provoca muita dor e pode destruir os dentes de leite em um curto espaço de tempo.

A doença é mais comum em crianças de 6 meses a 2 anos, idade limite para uso da mamadeira e chupeta. Durante o período de sono, diminui o fluxo salivar, responsável por proteger os dentes das bactérias, acarretando na estagnação do leite sobre a superfície dentária por muito tempo.

Mas outros fatores também podem provocar o aparecimento da cárie em crianças, como: adoçar a chupeta com mel ou açúcar e o consumo excessivo de sucos ácidos e refrigerantes na mamadeira.

O primeiro sinal da cárie de mamadeira é a presença de manchas esbranquiçadas próximas a gengiva, e se persistir em não proceder com a higiene bucal adequada, podem formar grandes cavidades, destruindo a coroa clínica.

A melhor forma de evitar o problema é com a higienização bucal após cada mamada, com uma fralda ou pano úmida passando pela gengiva do bebê, e ao aparecer os primeiros dentes, troque o pano por uma escova de dente extra macia.

Veja outras formas de prevenir a cárie:

  • Se a criança só dorme com a mamadeira, ofereça água ao invés do leite;
  • Após o primeiro aniversário da criança, começa a ensiná-lo a usar copo ao invés da mamadeira;
  • Evite passar mel ou líquidos açucarados na chupeta;
  • Não deixe a criança o dia inteiro com a mamadeira;
  • Evite acrescentar açúcar nos alimentos e bebidas da criança;