O tártaro é a placa bacteriana calcificada que recobre os dentes e parte da gengiva, podendo formar manchas e provocar a descoloração dos dentes, além de causar um mau aspecto ao sorriso.

O principal causador pela aparição da placa bacteriana é uma alimentação rica em acidificante e açúcar, alimentos refinados e gorduras, que combinados com uma má higienização bucal resultam no endurecimento dessa placa.

O tártaro pode ser supragengival, ou seja, acima da borda da gengiva, com coloração esbranquiçada ou amarelada, a placa é quebradiça e é possível ser detectado em exame visual. Normalmente, se acumula nas superfícies dentais próximas as glândulas salivares.

Ou ainda pode ser caracterizado como tártaro subgengival, nesse caso se localiza abaixo da borda gengival, sendo impossível detectar visualmente. Tem a consistência mais firme do que a supragengival e a coloração enegrecida ou esverdeada.

Para evitar o surgimento da placa é fundamental o uso diário do fio-dental, pelo menos duas vezes ao dia. Já a remoção do tártaro deve ser feita no dentista, com uma limpeza profunda e raspagem no local para retirar toda a placa que está aderida ao dente.