Bruxismo é uma desordem funcional em que a pessoa fica rangendo e comprimindo os dentes durante o dia, chamado de bruxismo em vigília, e durante a noite, conhecido por bruxismo do sono.

Quando ocorre com a pessoa acordada é comum o apertar dos dentes em momentos de estresse, tensão, nervoso ou até mesmo quando se está muito concentrado durante uma atividade. Esse tipo de bruxismo ainda pode ser causado como reação de alguns medicamentos, principalmente aqueles usados contra ansiedade, mal de Parkinson e outros problemas motores. O bruxismo em vigília está relacionado às dores musculares na face e cabeça, isso porque a musculatura fica tensionada em uma mesma posição por muito tempo.

Já o bruxismo de sono é comum ranger os dentes nas fases em que o sono está mais leve e esse distúrbio pode ser causado por uma desproporção de neurotransmissores no cérebro ou reação de medicações como a serotonina, problemas neurológicos ou distúrbios respiratórios. Nesse tipo de bruxismo, os fatores emocionais não são causadores, mas podem aumentar a freqüência do bruxismo, assim como a cafeína, o fumo e álcool também estão relacionados.

Essa pressão exercida nos dentes causa alguns sintomas, os mais comuns são:

  • Dentes achatados e lascados;
  • Esmalte dentário desgastado;
  • Sensibilidade dentária;
  • Dor na face e mandíbula;
  • Dor de cabeça;
  • Línguas e bochechas marcadas.

O tratamento tem por objetivo reduzir a dor, evitar danos permanentes aos dentes e reduzir o ranger dos dentes, para isso é indicado o uso de uma placa protetora, que irá manter a mandíbula relaxada.