Os rins têm a função de prevenir muitas enfermidades e manter o bom funcionamento geral do organismo, como eliminar as toxinas e resíduos desnecessários através da urina, por isso é considerado um dos mais importantes órgãos do corpo.

Qualquer enfermidade envolvendo os rins pode ser muito grave e para prevenir possíveis complicações, o ideal é adotar hábitos mais saudáveis, começando pela alimentação, uma dieta rica em alimentos antioxidantes é fundamental para manter o bom funcionamento dos órgãos, pois eles ajudam a neutralizar os radicais livres e protegem o corpo de inflamações.

Os alimentos mais indicados para quem quer prevenir doenças renais são:

Pimentão vermelho: Excelente fonte de vitaminas C, A e B6, de ácido fólico e de fibras.

Repolho: Cheio de fitoquímicos, compostos químicos que quebram os radicais livres antes que possam causar algum dano à saúde.

Couve-flor: Alimento rico em vitamina C, fonte de folato e fibras.

Alho: Além de reduzir o nível de colesterol, reduz inflamações.

Cebola: Rica em quercetina, um antioxidante que reduz as doenças cardíacas e protege contra os cancros.

Maçã: Rica em fibra e antiinflamatório, a maçã ajuda a reduzir o colesterol, evita a obstipação, protege contra doenças cardíacas e reduz o risco de cancro.

Arandos: Protegem contra infecções da bexiga, bactérias no estômago e o revestimento do tubo gastrointestinal.

Mirtilos: Boa fonte de vitamina C, o mirtilo mantém os ossos saudáveis e ainda protegem o cérebro de alguns efeitos do envelhecimento.

Framboesas: Têm propriedades que evitam o crescimento de células do cancro e a formação do tumor.

Morango: Ricos em vitamina C, manganês e fibras.

Cereja: Além de protegerem o coração, ajudam a reduzir a inflamação.

Uvas vermelhas: Protegem contra a doença cardíaca, evitando a oxidação e reduzem a formação de coágulos sanguíneos.

Clara de ovo: Fonte de vitamina com menor quantidade de fósforo.

Ômega 3: Fornece proteína e gorduras antiinflamatórias, ajuda a combater doenças cardíacas e cancros.

Azeite de oliva: Previnem a oxidação e a inflamação.

As refeições devem ser divididas entre 3 principais e 4 pequenas refeições intercalares, contendo proteína, verdura e frutas. É fundamental manter uma boa hidratação e evitar o consumo de álcool, sal e açúcar em excesso.