Quando se fala em alimentação saudável, muitos apontam a dieta mediterrânea como sendo a melhor do mundo, mas nem todos sabem quais são os alimentos e nutrientes que compõem esse tipo de alimentação.

A dieta é baseada nos hábitos alimentares da Itália, Espanha, Grécia, Egito, Líbia, Marrocos, Turquia e Líbano. E consiste no baixíssimo consumo de alimentos ricos em gordura saturada, como as carnes vermelhas, resultando na redução do risco de doenças cardiovasculares, diabete e ainda auxilia na perda de peso.

Pesquisas feitas na Universidade de Barcelona garantem que esta dieta rica em frutas, legumes, verduras e cereais é mais eficiente do que as dietas que vemos por ai, com baixa ingestão de gordura.

Veja quais são os alimentos básicos da dieta mediterrânea:

Frutas e hortaliças: Alimentos com grande quantidade de vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes que previnem o câncer.

Cereais: Ricos em carboidrato fornecem energia, além de serem fonte de fibras, nutrientes, minerais e vitaminas.

Leguminosas: As fibras e proteínas vegetais evitam o câncer de intestino e diminuem o colesterol ruim, protegendo o coração de algumas doenças.

Oleaginosas: Além de reduzir o colesterol, apresenta importante ação antioxidante, devido a vitamina E e Selênio.

Peixes: Diminuem o índice de doenças cardiovasculares e acidente vascular cerebral, redução da pressão arterial, ação anti-inflamatória, diminuição das taxas de triglicérides e colesterol.

Leite e derivados: Prevenção da osteoporose.

Vinho Tinto: Evita a formação de placas de gordura nos vasos sanguíneos.

Azeite de Oliva: Auxilia no aumento do colesterol “bom”.

Lembrando que, produto industrializado, com excesso de sal ou açúcar, jamais deverá ser consumido. Os alimentos mais gordurosos das refeições serão o azeite, as nozes e as castanhas.

O melhor de tudo é que qualquer pessoa pode usufruir de uma boa alimentação, com benefícios a saúde, sem contraindicação.