Passar um dia inteiro fazendo nada, apenas deitado, assistindo televisão e ver o tempo passar é muito bom, principalmente após uma semana carregada de trabalhos e preocupações, esse dia livre é fundamental para recarregar as energias e ter forças para enfrentar o dia a dia corrido novamente. Porém, algumas pessoas sentem essa vontade de fazer nada constantemente e então, pode ser motivo de preocupação com a saúde.

Quando a preguiça é excessiva e começa a interferir na vida pessoal e profissional é bom ficar atento. Pode ser que seja apenas uma fase resultante de um grande cansaço ou estresse, mas também pode ser o indicativo de alguma doença como depressão, narcolepsia ou alguma síndrome.

Depressão

O principal sintoma da depressão é exatamente a falta de energia e desânimo, podendo ser confundido com preguiça, porém é algo sério e necessita de tratamento com auxílio psiquiátrico e medicamentos que regulam a química cerebral.

Narcolepsia

É um distúrbio que causa ataques de sono em qualquer hora do dia, até mesmo nos lugares mais inusitados como durante uma conversa, no bar, durante o trabalho, e essa vontade demasiada de dormir ocorre mesmo após a pessoa dormir bem a noite inteira.  O grande perigo é a pessoa dormir enquanto dirige ou executa alguma atividade com risco de se machucar.

Síndrome da fadiga crônica

É considerada uma doença do sistema nervoso e pouco se sabe a respeito das causas, porém após ter alguma doença infecciosa, o paciente permanece com o cansaço e indisposição, podendo durar meses.

O critério para identificar o problema é analisar os sintomas, o indivíduo precisa ter por, no mínimo, seis meses quatro dos sintomas a seguir: gânglios inflamados e dolorosos, dores musculares, dores na articulação, dor de cabeça, comprometimento da memória e fraqueza intensa. A síndrome não tem cura, mas os sintomas podem ser tratados individualmente.

A preguiça pode ser mais perigosa do que parece, pois se a pessoa se render, virará sedentário tendo grandes chances de se tornar uma pessoa obesa, desencadeando uma série de problemas de saúde e cardiovasculares.

Para vencer a preguiça e desânimo, o mais recomendado é fazer uma mudança no estilo de vida, se adaptando a uma dieta saudável , a prática regular de exercícios físicos e ter uma boa rotina de sono.