Verão, calor e todas mulheres querem apenas uma coisa: colocar um biquíni e ir à praia ou piscina. Mas é justamente na estação mais quente e “livre” do ano que se deve tomar mais cuidados com a saúde íntima.

Com o calor a proliferação de fungos e bactérias aumentam, como por exemplo a candidíase. Isto ocorre, por causa do aumento da transpiração na área. E alguns hábitos influenciam diretamente na saúde da região.

A genital precisa estar sempre limpa, seca e arejada, por isso, o ideal é não ficar muito tempo com a roupa de banho molhada, os biquínis e maiôs são produzidos com fibras sintéticas, que deixam a vagina abafada. Portanto, lembre-se sempre de após um mergulho, secar bem a região e trocar a calcinha por outra seca e bem limpa.

Já aquelas mulheres que saem cedo de casa e passam o dia todo no trabalho, troquem as calças e peças justas por saias e vestidos, que são peças mais leves e frescas, que ajudam na respiração da área.

Quanto a roupa íntima, prefira peças de tecidos com menor capacidade de absorver os produtos de limpeza, como o sabão em pó utilizado para lavar as roupas. E na hora de dormir, dispense a calcinha.

Não se esqueça, a limpeza da genital é tão importante quanto escovar os dentes e tomar banho todos os dias. A dica é lavar bem a região, três vezes por dia, com água corrente e sabonete líquido íntimo neutro, pois os perfumes podem provocar alergias.