E quem disse que os idosos precisam ficar em casa sem se exercitarem está muito errado, os exercícios físicos trazem muitos benefícios em todas as idades, proporcionando bem-estar e qualidade de vida, mas durante a terceira idade as vantagens são mais significativas, se tornando um elemento essencial.

Para os idosos a atividade física ajuda a melhorar a força nos músculos, aumentar a flexibilidade, equilíbrio e coordenação motora. Além de proporcionar outros benefícios como: Sensação de bem-estar; Aumento da massa muscular e óssea; Estímulo ao metabolismo; Reduz o processo inflamatório; Estímula o cérebro; Reduz doenças como osteoporose, depressão e diabetes.

As modalidades mais indicadas para a melhor idade são:

Natação: A prática de exercícios na água causa uma vasodilatação nas vias respiratórias, reduzindo o problema de falta de ar, muito comum entre os idosos. Nadar ainda fortalece os músculos, queima calorias e protege as articulações.

Corrida: Com apenas 30 minutos diários de corrida é possível notar melhorias no equilíbrio e respiração. Mas é necessário tomar certos cuidados para não machucar as articulações, por isso é importante sempre alongar e aquecer antes de sair correndo.

Bicicleta: Pedalar é um excelente exercício para aumentar o equilíbrio e o fortalecimento dos músculos.

Musculação: Os exercícios com carga favorecem a respiração e a circulação sanguínea, o ideal é priorizar o fortalecimento dos músculos da perna e da cintura.

Ioga e pilates: A prática dessas modalidades melhoram a consciência dos movimentos, fortalecem a musculatura, aumenta o equilíbrio e a flexibilidade, além de diminuir o estresse.

Caminhada: É o exercício mais indicado para quem nunca praticou alguma atividade antes, além de ser um excelente exercício aeróbico, ainda melhora a saúde cardiovascular dos idosos.

Mas não se esqueça, antes de praticar qualquer atividade, o idoso precisa ter a liberação do médico geriatra e ter o acompanhamento de um profissional de educação física.