A nova geração só quer saber de eletrônicos e tecnologia, além do mais os pais estão cada vez mais super protetores e morre de medo de que os filhos se machuquem, com isso as crianças só ficam trancadas em casa na frente do vídeo game e computador. Porém, deixar a tecnologia de lado e ir se exercitar nas horas vagas traz diversos benefícios para o corpo e mente da criança, tornando-a mais alegre, forte, disposta e um provável adulto mais saudável.

A prática de esportes durante a infância deve ir além das aulas de educação física, todos os esportes são benéficos e devem ser praticadas diversas modalidades para desenvolver bem todas as capacidades da criança. Por exemplo, as atividades coletivas como futebol, basquete, voleibol e outras desenvolvem a cooperação. Já as modalidades individuais, como as lutas, estimulam o equilíbrio emocional.

Porém, os exercícios devem todos ser de forma lúdica e a criança precisa gostar. Conheça os principais benefícios proporcionados:

Saúde cardíaca: As atividades aeróbicas são essenciais para fortalecer o músculo cardíaco, facilitar a circulação sanguínea e ainda aumenta as taxas do HDL, o colesterol bom.

Respiração: Exercícios praticados na água são ótimos para crianças que sofrem de problemas respiratórios, isso porque aumenta a capacidade pulmonar e fortalece o diafragma.

Ossos: A prática regular de exercícios auxilia na fixação do cálcio e favorece o desenvolvimento das células ósseas. Porém, atividades com alto impacto podem prejudicar os ossos.

Músculos: Para que a criança tenha uma boa postura e evite problemas com as articulações é necessário que desenvolver a força muscular.

Sistema imune: A prática regular de atividade física fortalece o organismo, tornando-o mais saudável e resiste a doenças.

Metabolismo: Um dos principais benefícios proporcionados pela atividade é a redução na probabilidade da criança desenvolver obesidade infantil e diabetes tipo II. Portanto, além de estimular a prática de exercícios, também cuide da alimentação.

Emocional: Os exercícios são capazes de diminuir a ansiedade, melhorar a atenção, o sono, desenvolver o raciocínio e controlar a agressividade. Uma criança que tem o hábito de se movimentar, dificilmente desenvolverá depressão, devido à produção de endorfinas.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, os exercícios praticados pela criança devem ser de, ao menos, 1 hora por dia, incluindo as brincadeiras. Antes de escolher qual a modalidade, verifique em seu filho, qual habilidade ele precisa desenvolver, do que ele gosta e, se preciso, converse com um profissional da área.