Atividade Física

 

No Qualidade em Atividade Física você vai ficar sabendo as mais atualizadas novidades para manter seu corpo ativo e saudável. Dicas sobre exercícios, corrida, ginástica, musculação e muito mais.

 

Mais sobre Atividade Física

A dança do ventre é uma arte extremamente sensual e está ligada à fertilidade e à sexualidade feminina. Mas além de despertar a beleza e sensualidade da mulher, a prática da dança ainda traz muitos benefícios ao corpo e à saúde, sendo uma ótima opção para aquelas que não gostam de academia.

A conhecida doença do século, depressão, deixa as pessoas cansadas e desanimadas, até mesmo aquelas que costumam serem mais dispostas e são adeptas a prática de atividades física, porém para combater a doença é preciso não deixar se abalar e lutar contra a vontade de ficar em casa.

Querendo acabar com as gordurinhas e ao mesmo tempo aliviar o estresse? Comece a praticar boxe. Um esporte muito prazeroso, que alia defesa pessoal ao condicionamento físico, coordenação motora e o fortalecimento da musculatura.

Fazer abdominal dói, é chato, mas é muito importante, não pela questão estética de ficar com barriga tanquinho, mas porque atrás da parede abdominal se encontra as partes vitais do nosso organismo, sendo necessário manter a tonicidade muscular dessa região do corpo.

Ganhar massa muscular é o objetivo de muitos que frequentam a academia, mas para conseguir o aumento do músculo é necessário ter muita disciplina. Além de treinar regularmente e ter uma dieta balanceada, é fundamental descansar entre os treinos.


Durante os exercícios as fibras musculares enviam um sinal ao corpo indicando a necessidade de crescimento, já a alimentação adequada irá fornecer os nutrientes necessários e será durante o descanso que os músculos irão se desenvolver.

Para desenvolver o músculo, deve ser feito os exercícios corretos, como a musculação, levantamento de peso ou lutas marciais, de preferência de 3 a 5 vezes por semana. Não deixe seu corpo se acostumar com as atividades, mudando a série regularmente, e aumente a carga de cada exercício progressivamente, dessa forma o músculo ficará sempre estimulado.

Quanto a dieta adequada, ingira proteína em todas as refeições, podendo ser carnes, ovos, queijos ou até mesmo suplementos proteícos, mas é importante que tenha o acompanhamento de uma nutricionista.

Porém de nada adianta comer corretamente e treinar de maneira regular, se não descansar e dormir bem, pois é durante o intervalo entre os exercícios que os músculos desenvolvem. O ideal é treinar cada grupo muscular no máximo 2 vezes por semana, já que o excesso pode prejudicar no crescimento.

Os primeiros resultados já podem ser observados nos primeiros seis meses, mas alguns indivíduos podem ter um melhor desempenho já em apenas três meses, dependendo do biotipo e da genética de cada indivíduo.

E quem disse que os idosos precisam ficar em casa sem se exercitarem está muito errado, os exercícios físicos trazem muitos benefícios em todas as idades, proporcionando bem-estar e qualidade de vida, mas durante a terceira idade as vantagens são mais significativas, se tornando um elemento essencial.

Ao começar a praticar exercícios ou quando muda a rotina de atividades praticadas é comum sentir algumas dores musculares, mas que não impedem a movimentação e demoram alguns dias para passar.

Pessoas que estão começando a se exercitar e constantemente aumentando a intensidade do treino podem sentir dores na região da canela, como se fossem fisgadas, que após um tempo desaparecem e após o corpo esfriar, ela volta de novo. Fique atento, essas dores desagradáveis podem ser sinais de canelite.

Os músculos, muito exigidos durante a prática de exercícios físicos, são os únicos fornecedores de força capazes de produzir movimentos articulares.
A distensão muscular ocorre quando um músculo é submetido a um grande esforço a ponto de romper as fibras musculares e o vasos sanguíneos que o irrigam, originando hematoma e inflamação local.


Existem dois tipos: A aguda, quando o músculo é submetido a uma contração repentina de forte intensidade, ocorre normalmente no levantamento de peso. E a crônica, ocorre com a repetição de um mesmo movimento exigindo sempre o mesmo músculo, comum entre corredores e ciclistas.

Quando ocorre uma lesão os primeiros sinais são uma dor muito forte, presença de hematoma, edema e dificuldade para movimentar o músculo lesionado. Quanto mais grave for a lesão, mais intensos serão os sintomas. 

As lesões são classificadas em níveis de acordo com a sua gravidade:

Grau I: Quando poucas fibras foram rompidas, a lesão acomete no máximo 5% do músculo.

Grau II: A quantidade de fibras lesionadas e gravidade são maiores, acomete de 5 a 50% do músculo. Além das dores serem mais intesas, a recuperação é mais lenta.

Grau III: Normalmente, ocorre a ruptura completa do músculo, resultando em uma grave perda da função do membro.

O tratamento é simples, deve-se aplicar gelo na região em ciclos de 10-15 minutos e compressão do local, o membro deve permanecer elevado e em repouso, a imobilização deve ser evitada ao máximo para não perder a força muscular e a percepção dos movimentos, é indicada apenas no grau III.

Podem ser incluídos medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos a fim de reduzir as dores e controlar o processo inflamatório. Após uma semana é indicado medidas fisioterápicas e logo após o retorno a prática de exercícios físicos para recuperar a força da musculatura. 

A prevenção de lesões é possível com o hábito de aquecer o músculo antes da prática de exercícios, alongar antes e depois e se hidratar constantemente.

Antigamente era comum se dizer que o portador de uma doença crônica deveria evitar esforço físico e ficar de repouso, mas hoje em dia já se sabe que a prática regular de atividades físicas auxiliam no tratamento de várias doenças como, diabetes, insuficiência cardíaca e hipertensão arterial.

Fitball é uma modalidade de exercícios praticada com o auxílio de uma bola de borracha, no pilates, trabalha diversos grupos musculares, auxiliando na concentração, equilíbrio e desenvolve técnicas de respiração e ainda pode ser usado como complemento na musculação.

Todo mundo já conhece o pilates e sabe dos seus benefícios para a postura corporal e saúde mental, mas e o Neopilates você conhece? É uma técnica avançada do Pilates que inclui o treinamento funcional e exercícios circenses, essa nova modalidade é caracterizada pela concentração, contração do abdome, controle da respiração, alinhamento do corpo, fluidez e precisão dos movimentos.